Em Destaque

59% considera que as redes sociais são eficazes para procurar Trabalho

Data de publicação 15/04/2013

 

Resultados do Inquérito

 

58% das pessoas que responderam ao inquérito «Procura de Trabalho através das Redes Sociais», no Trabalhando.pt, diz que procura trabalho através de portais de emprego especializados. 24% dos inquiridos consulta as redes sociais, 9% usa os seus contactos pessoais para procurar trabalho os restantes 9% lê com atenção os anúncios dos jornais.

Em relação à procura de emprego através das redes sociais propriamente ditas, o Facebook é a mais popular captando 25% das respostas, segue-se o Linkedin 15%. Outros 25% usa estas duas redes sociais e, finalmente, 35% não procura trabalho através de redes sociais.

 

 

Quanto a resultados práticos, apenas 9% dos inquiridos já integrou processos de seleção que tiveram início numa rede social. A grande maioria (59%) diz que não tem ainda resultados, 30% avança que nunca obteve resposta às candidaturas feitas por esta via, e 8% afirma que os processos anunciados nas redes não suscitaram o seu interesse.

 

 

Apesar de tudo, 59% considera que as redes sociais são uma forma eficaz de procurar trabalho e 73% recomenda-as como forma de procurar emprego, embora sem garantias de sucesso.

 

96% das respostas que obtivemos são de pessoas que estão à procura de trabalho ou estiveram recentemente.

61% dos Inquiridos são mulheres, 66% têm entre 30 e 40 anos, 20% entre os 18 e 24 e 14% entre 25 e 30 anos.

O inquérito foi feito online, no site do Trabalhando, entre os dias 6 de março e 15 de abril e obtivemos 76 respostas.

Siga-nos

Inquérito

Durante os teus anos de estudo sofreste alguma praxe da parte dos teus colegas?